Aplicativo gay SCRUFF realiza gratuitamente festival de curtas-metragens LGBT+

Aplicativo gay SCRUFF realiza gratuitamente festival de curtas-metragens LGBT+
Aplicativo gay SCRUFF realiza gratuitamente festival de curtas-metragens LGBT+

A mostra Curta Woofs, realizada pela primeira vez pelo app de relacionamentos SCRUFF, disponibiliza gratuitamente oito produções brasileiras com temática LGBT+ até 25 de março. Com curadoria de André Fischer, fundador do Festival MixBrasil e responsável pelo Centro Cultural da Diversidade, os temas explorados nas obras mesclam sexualidade, linguagens estéticas e grupos. Cada um dos curtas foi produzido em diferentes estados do Brasil e apresenta diferentes aspectos do cotidiano do homem gay brasileiro.

“Os filmes oferecem um painel bastante diverso: da cena periférica de São Paulo ao underground recifense, uma relação michê-cliente, um filho que descobre que o pai tem um namorado, um crush no tédio da pandemia, uma viagem sensual em uma distopia off-line, encontros por aplicativos e fetiches. Em comum entre todos, bom humor e conteúdo sexy”, conta Fischer.

Os filmes, que podem ser acessados gratuitamente através da aba “Eventos” no app SCRUFF, foram exibidos e premiados em alguns dos principais festivais de cinema LGBTQ do Brasil e do exterior e contam com participação de atores conhecidos como Julio Oliveira (Desconexo), Erom Cordeiro (Alano), Lucas Drummond (Depois Daquela Noite) e Fabricio Licursi (O Presente).

SCRUFF está disponível na App Store e Google Play.

Lista de filmes:

Alano
(Silvio Leal & Hennrique Oliveira, Maceió/Brasil 2018, 23′)

Desejos e frustrações emergem do encontro do cineasta Miguel com o michê Alano. A busca de Alano por prazer se contrapõe à procura de Miguel por companhia.

Alano

Ar
(Marcelo Oliveira & William Oliveira, Recife/Brasil, 2020, 10’)

Um artista independente gay está vivendo isolado devido `a uma ameaça mortal. Ele tenta escapar do perigo que está cercando sua casa.

Ar

Beat 97
(Washington Calegari, São Paulo/Brasil, 2020, 12′)

Alvaro está em quarentena há 97 dias sem sair de casa e usa os de entrega para pedir tudo que precisa. Quando o entregador chega ao prédio com mais uma refeição, uma situação inesperada impõe a Alvaro uma difícil decisão.

Beat 97

Bonde
(Asaph Lucas, SãoPaulo/Brasil, 2019, 18′)

Três jovens negros da favela de Heliópolis saem em busca de refúgio na vida noturna LGBT+ do centro da cidade. Melhor Curta 27º Festival MixBrasil

Aplicativo gay SCRUFF realiza gratuitamente festival de curtas-metragens LGBT+
Bonde

Depois Daquela Festa
(Caio Scot, Rio de Janeiro/Brasil, 2019, 15′)

Léo nunca imaginou que veria seu pai beijando outro homem no meio de uma festa… Com a ajuda de sua melhor amiga, ele precisa encontrar a melhor maneira de dizer ao seu pai que descobriu o seu segredo. Melhor Curta no Atlanta OutOnFilms 2019.

Depois daquela festa

Desconexo

(Lui Avallos, SãoPaulo/Brasil,2019, 25′)

Após um decreto presidencial que interrompe a conexão de internet em todo o país, dois vizinhos que têm uma relação de desejo unilateral online – um produz autopornografia e o outro consome – se conhecem e deixam a cidade para viver um dia offline. Menção Especial no Los Angeles OutFest 2020.

Desconexo

O Presente
(DanielWierman,SãoPaulo/Brasil2020, 18′)

Um homem atrás de um presente de aniversário e um homem por trás de um presente de aniversário.

O Presente

Reforma
(Fabio Leal, Recife/Brasil 2018, 15′)

Mesmo saindo com um rapaz diferente a cada dia, Francisco está insatisfeito com seu corpo. Melhor Interpretação, Melhor Roteiro e Melhor Curta no 27º Festival MixBrasil Festival.

Reforma

SCRUFF está disponível na App Store e Google Play.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta