Revelação do samba, Ferrugem lança o primeiro DVD com participações de Thiaguinho, Ludmilla, Nego do Borel e Péricles

Ferrugem. Foto: divulgação
Ferrugem. Foto: divulgação

Cantor e compositor de pagode que ganhou projeção nacional em 2014, Ferrugem lançou hoje o álbum digital “Prazer, Eu Sou Ferrugem”, retirado de seu primeiro DVD da carreira e que será lançado em versão física no início de abril. Gravado em outubro de 2017, o registro ao vivo feito no Barra Music, localizado no Rio de Janeiro, contou com as participações estreladas de: Thiaguinho, Ludmilla, Nego do Borel, Péricles e Bruno (vocalista do grupo de pagode Sorriso Maroto) e a dupla sertaneja Marcos & Belutti.

O roteiro do show, estruturado em dois blocos, totalizam 25 músicas, sendo 15 delas composições inédita. Destas, podemos citar: “O Meu Coração Tem Medo, “Pra Você Dar o Nome”, “Sinto Sua Falta”, “Meu Pitéu”, “Samba Blues”, “Partido Agarradinho”, “Prazer, Eu Sou Ferrugem” e “Pirata e Tesouro”. Esta última já com lançada e acompanhada de videoclipe é sucesso nas plataformas digitais, rádios e casas noturnas Brasil a fora. O set list é também composto por regravações de hits conhecidos do público e fãs, entre elas, faixas do conhecido repertório do álbum “Climatizar” (2015).

“Prazer, Eu Sou Ferrugem” está disponível nas principais plataformas digitais e, em seu canal de YouTube é possível assistir trechos do DVD.

Veja mais: https://lnk.to/PrazerEuSouFerrugem

Sobre Ferrugem:

Batizado como Jheison Failde de Souza, Ferrugem, do bairro de Campo Grande, Rio de Janeiro, com 28 anos traz sua paixão pelo samba desde criança, quando já ouvia o mestre Zeca, o grupo Fundo de Quintal, entre muitos bambas do samba. Depois de muito batalhar pra conseguir um tantã, aos 13 anos comprou o seu e foi à luta pra aprender sua paixão. Saia de casa escondido para frequentar as rodas de samba da região. Fã do cantor Péricles, uma de suas referências musicais começou a gravar canções próprias e interpretações de outros compositores jogando tudo que podia na internet. Começou assim, sua carreira cheia de originalidade na forma de cantar. Ganha diversos fãs e admiradores no Rio Grande do Sul, primeira cidade fora do Rio de Janeiro a se apresentar. Em Porto Alegre a música “Mar Felicidade” pôs o cantor entre um dos mais queridos do público local. Em 2011 surge a oportunidade de se apresentar em São Paulo. Logo cria sua própria roda, a Roda De Samba do Vila Duca, na Vila Olímpia. Dali sai à música “Meu Bem” sucesso nas rádios, principalmente em São Paulo e sul do Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.